O que é automação residencial?

Automação Residencial ou Domótica ainda está vivendo seus primeiros dias, não só no Brasil mas em todo o mundo, apesar do fato de que a tecnologia necessária já está disponível.

Embora edifícios de escritórios de alto padrão e edifícios públicos recente construídos já são automatizados, em casas ainda estão presos no nível de iluminação, termostatos e aparelhos de ar-condicionado controlados localmente somente em residências de altíssimo padrão.

Os obstáculos financeiros são a principal razão para isso e também a falta de um sistema de automação unificada que controla dispositivos eletrônicos, de forma a alcançar um maior nível de conforto ou segurança.

Embora existam dispositivos no mercado que atendem algumas das características citadas anteriormente,  estas só são compatíveis com os dispositivos dos próprios fabricantes, tornando assim o controle unificado impossível.

As soluções iLinq são inovadoras e utilizam o padrão de comunicação mais utilizado e consolidado atualmente, o mesmo utilizado pela Internet, redes wifi e aparelhos celulares, isto permite que se tenha que se tenha um controle unificado e flexível. É o que chamamos de Automação Modular, que permite que você automatize sua residência ou escritório de forma gradativa, de acordo com suas necessidades e prioridades, e mesmo assim tenha um Sistema Unificado através do iLinq Center.

Alguns  Benefícios da Automação Residencial

  • Controle e Praticidade;
  • Economia;
  • Flexibilidade e versatilidade;
  • Conveniência;
  • Conforto;
  • Segurança;
  • Aumento da funcionalidade e valorização dos ambientes;
  • Aumento da produtividade em ambientes de trabalho;

Automação Residencial já é uma Realidade

Com o aparecimento de inúmeros equipamentos eletro eletrônico nas moradias, começa a surgir a necessidade de comanda-los á distancia e mesmo monitorar de outro lugar fora da residência. 

Com isso se torna possível a ação de atividades do dia a dia, como controlar o funcionamento dos sistemas de iluminação, abertura e fechamento de persianas e mesmo o comando de alguns equipamentos, além de monitorar o sistema de alarme das residências. 

Hoje isto está sendo mais aplicável devido ao baixo custo e opções de equipamentos existentes no mercado que permitem a realização de funções especificas integradas á outros sistemas já existentes. 

Programar o ascendimento das luzes de sua casa, o acionamento de equipamentos que estão nas atividades do seu dia a dia e até programar o aquecimento de sua refeição, já se tornou realidade. 

As atividades mais comuns: 

Na iluminação: É onde se torna mais relevante devido ao custo da energia. As lâmpadas só ascendem quando necessário e no nível de luminosidade desejado. Isso faz com que o tempo de vida útil das lâmpadas aumente com a diminuição no consumo de energia. Esses comandos podem ser dados via seu próprio celular através de aplicativos que converse com o equipamento de comando das lâmpadas instalado. Você pode programar o perfil da iluminação da sua casa para diferentes horários e determinados ambientes. 

Economia: com o controle da iluminação bem otimizado se consegue uma economia de até 60%%, criando planos de horário e níveis de luminosidade para cada ambiente da residência, escritórios e mesmo ambientes industriais. E isso pode ser feito de qualquer lugar através de tablets ou smartphones. 

Persianas: Ainda ligado ao assunto da luminosidade você pode controlar a abertura e fechamento de suas cortinas ou persianas. Evitando o ascendimento desnecessário da iluminação enquanto houver luz natural. 

Sistema de áudio/vídeo: Também podem ser controlados pelo sistema. É possível fazer o comando individual de cada equipamento ou até criar cenários em função da luz natural, tipo de projeção e melhor adequação do nível de luz na sala. 

Ar-condicionado: Esse item talvez o mais importante, pois estamos falando de 40% da energia do local em que está instalado. Da mesma forma que os demais eles podem ser controlados automaticamente em função da temperatura ambiente e adequando para a temperatura de conforto desejada. Estes são os pontos mais relevantes de um sistema básico de automação, existem outros que podem compor o sistema. 

Alguns pontos á considerar no projeto de automação olhando agora pelo lado técnico : 

1) Definição do sistema e tipos de equipamentos : 

É importante primeiro fazer uma listagem de todos os pontos e equipamentos que se pretende comandar, deixar sempre alguma reserva de pontos de conexão no equipamento de comando. Tendo esta listagem já se pode definir o equipamento a ser utilizado definindo o numero de portas de entrada e saída e o software que será utilizado para controle. 

2)Infraestrutura: 

Uma vez definido o equipamento de controle e comando, comece a pensar onde ele deverá ficar e planeje a infraestrutura que levará os cabos de controle até os pontos a serem conectados. Para os comandos via wi-fi, determinar o melhor ponto para instalação do ponto de transmissão de dados. 

3) Integração de Sistemas: 

Uma vez tudo especificado, os equipamentos que serão comandados, a infraestrutura para instalação dos cabos elétricos e de comunicação, é hora de escolher o sistema e equipamento que ira fazer a integração de todo esse sistema e fazer com eles se conversem. É a hora de consultar uma empresa ou profissional especializado no assunto. Através de uma central será possível que os equipamentos sejam controlados e conversem entre si mesmo tendo diferentes sistemas de comunicação. Normalmente se utiliza o padrão de comunicação via Internet, com sistemas que tem protocolos abertos que trabalhem em redes TCP/IP. Fácil para integrar o sistema e numa linguagem simples de qualquer computador. Deverá ainda ser previsto no equipamento a possibilidade de expansão no sistema, caso ocorram a inclusão de novos pontos de comando.

4) Custo da Instalação: 

Se a opção é feita por sistemas de automação sem fio a redução dos custos estará na infraestrutura necessária onde não se fará o uso de cabeamento de sinal. Essa concepção de projeto vai reduzir em até 30% o cabeamento necessário em comparado com uma instalação convencional. Porém se no local já existe uma fiação para interligar os equipamentos ela deverá ser reaproveitada em função da redução do custo do projeto. Não esquecendo que o equipamento para comando deve ser compatível com o cabeamento já instalado, no que se refere aos tipos de sinal. Como por exemplo, sinais em VGA, HDMI e outros. 

5) Atualizações: 

Existem vários tipos de equipamentos disponíveis no mercado, mas é importante não se deixar levar por aqueles, que possuem um visual sofisticado com muitas telas de acionamento. O sistema deve oferecer praticidade ao operador e fácil manutenção. O que vai interessar mesmo é aquela parte do sistema que ninguém vai ver que são os módulos de comando e o software de controle, estes sim devem ser eficientes e permitir que se façam sempre as atualizações necessárias, para manter o sistema sempre operando com a mesma eficiência. Outro ponto importante é trabalhar com softwares de protocolo aberto que permita o acesso de qualquer empresa de manutenção e a integração com outros equipamentos. 

6) Segurança: 

E como principal justificativa para a implantação do sistema é a questão da segurança, além de todos os comandos mencionados ainda temos outras funções que ele pode executar que nos dias de hoje são de grande importância: câmeras de segurança, alarmes de incêndio, controles de acesso, vazamentos de gás e água, rastreamento de pessoal e veículos e tudo isso com gravação e proteção do sistema contra a ação de intrusos. Por isso é importante a escolha e implantação de um bom software, para que os recursos do sistema possa ser aproveitado em sua totalidade. 

7) Redução de Consumo: 

Um item muito importante é a redução do consumo de energia. Como mencionado anteriormente através do sistema podemos controlar o acionamento da iluminação e seu nível de intensidade conforme diferentes períodos do dia, comandar horários de acionamento de outros equipamentos da instalação, isso minimiza em muito o desperdício de energia. 

Isso tudo pode ser controlado e ajustado á distancia por um simples comando no seu smartphone. Com o alto custo da energia elétrica estes sistemas começam a ser viáveis nas indústrias e prédios comerciais. 

Links Interessantes sobre o Assunto:

http://www.forumdaconstrucao.com.br/conteudo.php?a=11&Cod=1832

https://www.tecmundo.com.br/casas/9907-automacao-residencial-a-tecnologia-invade-a-sua-casa.htm

http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/download/173/160

http://www.ffb.edu.br/sites/default/files/tcc-20082-patrick-romero-frota-quindere.pdf

http://www.expoconstruindo.com.br/automacao-residencial/

http://www.instalacoeseletricas.com/download/Automacao_residencial1.pdf

http://revistacasaeconstrucao.uol.com.br/escc/Edicoes/73/imprime227780.asp